6.9.08

E fujo...
Parto sozinha. Tal como me sinto e quero estar.
Preciso.
Finalmente os momentos de solidão já não são necessariamente a dois.
Consigo. Sozinha pensar, sorrir e chorar. Escolher um rumo. Definir. Acertar.
Olhar as maravilhas.
E arriscar.
Sonhar. E quem sabe voar.
Libertar-me.

3 comentários:

Bruno Ferreira disse...

Sim tu consegues voar!
Tu consegues levar contigo tudo o que mais gostas :)

Beijinhoo =)

Mimi disse...

é boa essa sensação. "sonhar, e quem sabe voar"
gostei.

Anabela Magalhães disse...

Gostei da sequência: arriscar, voar, liberdade.
Gostei e condiz contigo.
Bj